Buscando confiança profissional com cursos de capacitação

Consideremos o impacto que o insight desse homem pode ter na vida dele.
Sua epifania não foi somente acerca de alguma técnica ou habilidade para lidar
com uma situação de maneira diferente; literalmente, consistiu em enxergar tudo
– todas as situações, todos os problemas, todas as oportunidades, todos os
relacionamentos, incluindo o relacionamento consigo mesmo – através de lentes
diferentes. É porque a autoconfiança afeta não só nosso merecimento de
confiança, mas também a maneira como enxergamos e interagimos com os
outros – e, de forma recíproca, como os outros nos enxergam e interagem
conosco.
Pense a respeito da diferença que faria se aquele homem tivesse feito um dos cursos gratuitos Senac de que poderia confiar em si – se ele soubesse que poderia fazer e
manter promessas para si e para os outros; se soubesse que poderia agir com
base em seus princípios e valores, em vez de reagir aos humores ou
circunstâncias; se soubesse que poderia ser honesto e ficar à vontade na
transparência; e se tivesse desenvolvido o conhecimento e as habilidades para ser
competente, junto com um histórico de resultados para validar aquela segurança.
Você pode imaginar em que grau esse tipo de autoconfiança afetaria a maneira
como ele enxergaria e interagiria com os outros?

A confiança de Magic não era a respeito de si mesmo; consistia em seu
desejo de se mostrar à altura da ocasião e de se valer da confiança em seu
próprio caráter e competência para inspirar a equipe. Como Guber comentou: “A
ironia é: o maior ato de magia de Earvin Johnson foi a história que ele contou
para motivar a equipe a acreditar que ele era o herói dela. Foi uma história bem
corajosa para um novato, mas ele a levou a cabo porque sabia que estava pronto
para o papel e porque seu objetivo final era beneficiar a equipe.”202 O caráter e
a competência de Johnson que o caracterizaram ao longo do tempo se evidencia
num artigo do New York Times escrito onze anos depois: “Magic Johnson ganhou o
respeito de muita gente porque, entre outras coisas, dedicou boa parte de seu
tempo fora das quadras a conseguir dinheiro para obras de caridade. Na quadra,
ele continuou se aprimorando em sua profissão, independentemente de quão bom
ele fosse.

E isso também pareceu indicar o coração e a mente do homem.”203
Para ser claro, a autoconfiança não é ego, arrogância ou bravata
injustificável. É uma confiança interior que reflete nossa consciência do tipo
mais importante de prosperidade que teremos alguma vez: um equilíbrio elevado
de nossa própria conta pessoal de confiança com a capacitação com cursos senac uberlandia. E, independentemente de nosso
equilíbrio corrente (ou do equilíbrio de nossa equipe ou organização), a boa
notícia é que podemos aumentá-lo significativamente, fazendo depósitos
regulares por meio de comportamentos que desenvolvem e demonstram caráter
e competência.
Lembre-se de que ações e comportamentos são coisas que podemos
escolher mudar. Como Marshall Goldsmith, renomado coach de executivos,
afirmou: “Quando as pessoas me perguntam se os líderes que oriento conseguem
realmente mudar seus comportamentos, minha resposta é essa: conforme
avançamos em nossas carreiras, as mudanças comportamentais são muitas vezes
as únicas mudanças significativas que somos capazes de fazer acontecer nosso sonhos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*